Google+ diHITT - Notícias

Vamos valorizar o artesão!

quem faz artesanato
Imagem de: Ponto Com Artesanatos

Achar um trabalho artesanal caro, até que vai. Afinal, não é produto “made in China”.

Agora, fazer aquela cara de que: “Não vale tudo isso”, ou “Não dá pra fazer de graça”… ah gente…

Mesmo quando a gente não gaste aquele montante em material, e o tempo que levamos para definir  modelo? Para garimpar materiais Bons e em conta?

E o tempo para fazermos aquela amostrinha… Para desmanchar e refazer aquilo que saiu errado ou não ficou 100%?

E a bagunça que deixamos na casa, para dar conta do prazo… E  estresse de não dar atenção devida à família?

Gente, eu aaaaamoooo crochetar, mas crochê não é linha de produção.
Numa peça de crochê, vai mais que linha – vai um pedacinho da gente, do nosso coração – que não gostaria de entregar a encomenda, mas colocá-la num museu…

É por isso que eu digo, que valorizar uma peça artesanal é valorizar não a peça em si, mas o artista que a produziu!

2 comentários:

  1. Boa noite querida, parabéns pelo maravilhoso post!
    Concordo com vc, eu fico horas sentada bordando, a noite mal aguento minhas costas, fora a casa que fica toda bagunçada, eu valorizo meu trabalho!
    Se não pagar o que quero, fica guardada pro próximo cliente!
    Tenha uma linda semana, repleta de bençãos de Deus!
    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Tenho lido muita informação sobre o assunto. Ainda tenho difculdades para colocar "preço" nos meus trabalhos... mas estou aprendendo - aprendendo especialmente a vender não apenas um crochê, mas O MEU CROCHÊ. Para isso, é claro, precisamos oferecer o NOSSO DIFERENCIAL!
      Muito obrigada pela visita, e por se expressar de forma tão carinhosa!
      abços

      Excluir

Deixe seu comentário e nos ajude a melhorar o Blog cada vez mais!

Todos os comentários são lidos e respondidos individualmente!

Topo